Poeta da Semana – 16 a 22 de Março.2009

Posted: 15/03/2009 in Sem categoria

 

Bailado da sereia e do surfista

 

Quando um dia eu morrer

vou pedir p,ra renascer na forma de uma Sereia

E lá do fundo do Mar, ver-te na prancha a surfar.

 

Na onda mais gigante, nós os dois vamos brincar

vais sentir a liberdade, que tanto anseias e queres.

Mas ainda não encontras-te nos braços de tantas mulheres.

 

E se um dia estiveres triste, prometo que vou cantar

um dos meus cantos mais belos, que te vão enfeitiçar.

levo-te para o fundo comigo, dando-te milhares de beijos

para puderes respirar.

 

E em carruagem feita, do mais belo coral

puxada por cavalos marinhos, navegamos

por caminhos de cristal.

 

Vou convocar o Narciso que vive comigo no mar

Convoco tambem Neptuno que precisa descançar

E a ti S Valentim, que já estás convocado para o amor celebrar.

 

E depois num canto triste, o adeus tenho que dar

trazendo-te para a prancha, para novamente surfar.

 

Mas tu agora já sabes, os segredos da Sereia

e sempre que estiveres triste, sabes onde me encontrar.

A Sereia não tem braços p,ra te puder agarrar, por isso dizes baixinho

vem Sereia…eu estou aqui…eu preciso mergulhar…

 

Mergulhas as vezes que quiseres, até não mais precisares

nessa Sereia sem braços, que não te pode agarrar.

E quando um dia disseres, Sereia estou cansado, cansado de mergulhar…

Esta Sereia sem braços, que não te pode agarrar, vai-te depositar na areia

para puderes descansar.

Mas ficando sempre à espera, de ouvir o teu suspiro…Sereia estou aqui…

Quero outra vez mergulhar…

 

E Narciso enciumado vai querer olhar p,ro lado.

Neptuno descansado, vai enfurecer o mar.

E nós rindo, e divertindo todos os peixes do mar.

Perseguidos pela Mureia, vamos descansar na areia…

 

Mas eu que sou uma Sereia, vou precisar de mil beijos

para puder respirar.

E quando desfalecer, pega-me ao colo Adonis

e deposita-me no mar.

 

E eu sei que vais partir, para os braços de outras mulheres.

E nadando de recife em recife, perseguida p,lo bailado da Mureia, e o riso de Narciso

P,ra não verem meu chorar, vou continuar a nadar…

Sempre à espera de escutar, a tua voz meiga e doce, Sereia vem-me buscar.

E esse dia chegou, escutei o teu chamar…

E subindo alegremente com meu fato de cristal.

E vejo-te encanecido, e de rosto tão sofrido

e nem chorar já consigo.

Vem a Mureia, Neptuno e Narciso p,ra chorar.

Aninho-me em teu abraço, recebo teu ultimo beijo

A Lua por companheira.

E em derradeiro suspiro…morremos juntos na areia.

 

E vieram todas as Ninfas que habitam no fundo do mar

Fazendo de carpideiras, mas com lágrimas verdadeiras

lagrimas trazidas do mar.

Ergueram uma Pira na areia, para nos depositar.

A Lua acendeu a fogueira, e quando já era-mos cinza, Neptuno soprou-nos

para o ar.

Narciso ficou em silencio, a Mureia parou de dançar.

As Ninfas chorando em silencio, lágrimas de Diamantes que atiravam ao mar.

 

 

Angelina Andrade

 

http://angelinaandrade.spaces.live.com/

 

 

Foto: Arlinda Mestre – Olhares.com

 

 

O tema proposto para reflexão durante esta semana é:

 

Mitos e lendas … até que ponto influenciam as nossas vivências?

 

Anúncios
Comentários
  1. Marta Judite diz:

    ACHEI MUITO SENSÍVEL E BELO O POEMA DA ANGELINA. OS MITOS SEMPRE NOS INFLUENCIAM DE UMA FORMA OU OUTRA, POIS PASSAM DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO. TODA CULTURA, TODO POVO TEM SEUS MITOS ASSIM, SEMPRE ACABAMOS TRAZENDO A PRESENÇA DE ALGUNS DELES PARA NOSSA VIDA. BEIJOS A POETISA DA SEMANA. BOA SEMANA A TODOS.

  2. Maria diz:

    mesmo conhecendo esta tua "obra prima" nunca me canso de a releré doce, serena e forte como tubem escrita e prova da erudição que te reconheço desde sempre em pequenos gestos e palavrasé para mim até dificil poder ler este poema sem alguma imparcialidadedesde o primeiro dia em que entraste por um buraco qualquer do Windows Live Spaces e vi a tua cabecinha a espereitar que sei que és alguém muito especialParabéns aos Rascunhos pela escolha e parabéns á minha querida Tuxa pela inspiração deste momentoQuanto ao temaMitos e Lendas não são o meu forteapesar de gostar e acreditar até em algumaspenso que todos os dias criamos mais uma Lenda que um dia será recordada como taltalvez influenciem os nossos pensamentos mesmo sem darmos por elasmas as nossas vivências são as nossas próprias lendasbom domingo a todos

  3. Venus diz:

    A escolha não poderia ter sido mais justa e certeira.Parabéns aos fizeram tal escolha, pois demonstram imensa sensibilidade.

  4. Angelina diz:

    Os meus agradecimentos a todos os que participaram na escolha.Estou grata pela distinção.O meu agradecimento especial, pela foto que ilustra o tema Arlinda Mestre uma presonalidade forte, que me lembro de ter visto no programa, Big Brother.UMA MULHER GUERREIRA.

  5. OdíLiA SpAcE diz:

    Bom, Angelina… LINDO!!! Sereia de encantar a que decerto o Surfista não resiste.O final não é bem como eu gostaria que fosse, mas é só um poema… não é?Tudo de bom para ti e para o surfista.O tema: Mitos e lendas.E a nossa terra tem imensas lendas, são lindas as LENDAS DE PORTUGAL.Pudera… pois é terra de poetas e escritores que deixam fluir, ao sabor da pena, a sua pródiga imaginação…Com tanto SOL e tanto MAR pleno de sereias e ninfas, só poderia ser assim.Bjs

  6. Angelina diz:

    BELA SEREIA SURFISTA AS ONDAS O MAR TUDO ME ENCANTA, BELO POEMA OS MEUS SINCEROS PARABÉNS ANGELINA,ATÉ TEMOS O MESMO NOME, TU VIRÁS COMO SEREIA!!!E EU COMO GOLFINHO, BELO DUO DE ENCANTAMENTO…BEIJINHO PARA TI GOSTEI MUITO.APROVEITO PARA CUMPRIMENTAR RASCUNHOS & SENTIMENTOS, E A TODOS OS AMIGOS DO ESPAÇO.O MEU GRANDE ABRAÇO PARA TODOS, BOA CONTINUAÇÃOSEMPRE AMIGAANGE….

  7. Lua diz:

    Entrei no reino das lendas e mitos e adorei.Parabéns pela encantadora poesia!As lendas e os mitos para mim encaixam na minha vida como o saber empirico transmitido pelos meus pais e avós

  8. Angelina diz:

    Há uma ave muito belaA Fénix renascidaQue representa, o fim, e o inicio da vida.Diz a lenda, que quando morre, cai uma estrela do céuPara acender, a pira de paus de canelaOnde se incinera esta ave, que Deus, escolheuComo a mais belaÉ um símbolo, da continuidade da VidaPara não temer a hora da despedida.E eu que sou uma aveMas não um pássaro qualquer…Sei que a alma de Fénix vive, neste corpo de Mulher.De cada vez, que renasço, para outra vida viver.Revisto-me de belas pena, de vermelho, e doirado.Meu canto, melodiosoMeu ser sempre majestoso.Voo livre pelos céus, de esplendor, orgulhosa…Que me importa se morro, hoje, amanhã, ou depoisSe eu sei, que volto a nascer, sempre de alma formosa.E se eu acreditar que sou elaComo eu acredito que souPor fora posso não ser belaMas por dentro, eu sei que o sou.Então, morrerei felizPois sei que renasço, com plumagem de ouro, e meu perfume de incensoE voo, livre para o céu o espaço, onde pertençoDedico a todas as Mulheres GuerreirasEm especial, à minha amiga Márcia TrajanoE mulheres como Arlinda Mestre, cuja história partilhou connosco

  9. Venus diz:

    Assim fico com ciumes… desta tal Márcia Trajano… hihihihihih

  10. ♣ Ąηηα diz:

    Parabéns Angelina!Adorei!!! Que doçura de texto.Mitos e lendas?Algumas são lindas histórias de embalar…Mas não acredito que nos devam influênciar…Depende da crênça de cada um.Boa semana a todos e um beijinho especial para a Angelina!**Anna**

  11. ֱֲֵֶֻ©MØі-МξМξֱֲֵֶֻ ...Raizes diz:

    Adorei!!!!Parabéns…Os mitos e lendas, não sei se influenciam as vivências, mas as superstições sim, tudo dependo no que acreditamos…boa semanaabraço

  12. Céu diz:

    ANGELINA TA DEMAIS ADOREI TEU POEMAMAS QUE JEITINHO AMIGA…EM RELAÇÃO AO TEMA:O ser humano é um ser de Lendas, Mitos,Tradições, crenças. Se por um lado o homem se deixa influenciar por estes temas, por outro lado é o próprio ser humano que os cria e desenvolve, dando-lhes vida.Mesmo sem darmos por eles, eles estão lá, influenciando nos indirectamente , sem darmos conta.Abraços e afagospara todos os amigos de Rascunhos e SentimentosO meu carinho para ti querida Ange!Céu

  13. ॐ♥ Liz diz:

    Senti-me embalada numa história de encantar Não tem o final das histórias de encantar mas talvez seja esse o toque de realidade que nos lembra sempre as voltas da vida.Parabéns Angelina, gostei muito !Mitos e lendas:penso que fazem parte da cultura de um povo, são património que muitas vezes permite conhecer esse mesmo povo.Sem que se pense muito nisso acabam por ter alguma influência nos comportamentos e todos os dias se criam novas lendas e mitos.Boa semana para todos Beijinho especial para a Angelina

  14. Alexandra diz:

    Amiga Angelina muito parabens.Este poema está simplesmente encantador….belo com as sereias…Quanto aos mitos e lendas, sinceramente, não acredito muito nisso, mas acho que faz parte da sociedade, sobretudo quando não se sabe como explicar determinado acontecimento.Desejo as todos uma óptima semana.Que a alegria e o amor prevaleçam.Bjs

  15. Simplesmente diz:

    Parabéns Angelina, seu poema é verdadeiramente uma obra de arte!! Incrivel…que fôlego você teve pra escrever um poema tão profundo desse, sem lhe tirar a beleza e o lirismo…Eu que amo o mar, senti-me navegando nesse belo poema! Parabéns também , por estar como a "Poeta da Semana", muito bom mesmo!Nada entendo de mitos e lendas, minha querida, mas sei que existem, e que muita gente se deixa influenciar…Aqui no Brasil temos várias lendas e mitos que já foram transformados em folclóre nacional, como o "Saci Pererê…a Mula sem Cabeça,nas florestas, o Boto nas lagoas e rios no Pantanal, o Boi Bumbá lá no Nordeste brasileiro….e muitos outros…Quem leu a obra do grande escritor Monteiro Lobato, com seus personagens tais como a boneca Emília, o Marquez de Sabugoza, teve a oportunidade de conhecer inúmeros mitos e lendas de suas histórias maravilhosas! É isso aí… Linda semana pra você querida, e pra todos que por aqui passarem!Beijos em seu coração!!

  16. Nantília diz:

    Deixei-me embalar pela canção da sereia e apanhei a primeira onda. Não sei surfar, mas adoro as ondas do mar. Muito bonito o poema! Parabéns Angelina! Continua a contar histórias.Abraços daNau

  17. Alexandre diz:

    É lindo ! o maro amore as sereias…então!simplesmente faz-me sentirum peixe fora d\’água…Muito obrigado ! Angelina AndradeAlexandre Sena

  18. Manuel diz:

    Olá poetas mais uma vez a todos bom contesto,e parabéns para este texto e à sua autora, queriadeixar para o prazer este meu texto e das rimas,boa semana a todas e a todos.Manuel Poète©Minha sereiaEu insuflo uma vaga ao teu oceano,Para te encarcerar no meio dos meus versos,Tu te assemelhas ao vento que desafia o nada,Quando a alma se perde ao fogo do inverno.Eu escravo da minha pena à doçura dos teus olhos,Então a minha dor enche um tecto boquiaberto,Quando tu pareces ser ao oposto dos céus,Eu insuflo outra vez uma vaga ao teu oceano.Eu me enterro na areia ao destino do tempo,Quando tu fremis de amor no meu olhar verde,Meu corpo da Boémia te sacia minha amante,Para te encarcerar lá ao centro dos meus versos.Enlaço os teus ardores às minhas palavras de repente,Quando cai a chuva sobre meu nu saliente,Meu fremis ao som da tua voz tão transida,Enquanto tu pareces o vento que desafia o nada.Eu griso o teu coração aos meus dias de bruma,Quando o teu céu se impregna ao meu universo,Tu tornaste o meu sonho às cores citrinos,Tanto a alma se perde ao fogo de um inverno.Revelo rapidamente a tua vida à passo de gigante,O teu coração transforma-se em papel de carta,Torna-se como uma faísca ao meu firmamento,E quando tu me suspiras um raio de vidro,Eu insuflo outra vez uma vaga ao teu oceano.Para te encarcerar ao centro dos meu versos,Pelos teus beijos e as tuas carícias renovadas,Para evitar que a vida assim não me fira!E em seguida pela tua paixão e tua ternura,Vir então caçar toda esta tristeza,Porque a felicidade enfeitiçara o meu coração…textoManuel Poète©

  19. isabel cristina diz:

    Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras. Quem sabe como, conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza. Passou uma jovem e ficou admirada com a flor. Logo pensou em Deus. Cortou a flor e a levou para a igreja. Mas, após uma semana a flor tinha morrido. Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras. Quem sabe como, conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza. Passou um homem, viu a flor, pensou em Deus, agradeceu e a deixou ali; não quis cortá-la para não matá-la. Mas, dias depois, veio uma tempestade e a flor morreu… Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras. Quem sabe como, conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza. Passou uma criança e achou que aquela flor era parecida com ela: bonita, mas sozinha. Decidiu voltar todos os dias. Um dia regou, outro dia trouxe terra, outro dia podou, depois fez um canteiro,colocou adubo… Um mês depois, lá onde tinha só pedras e uma flor, havia um jardim…. Assim se cultiva uma amizade… olaaaaaaaaa amigos/as uma bela semana beijos da isabel sorriam sempre..

  20. Nefertiti diz:

    Angelina, gostei imenso do seu poema. Parabéns.Mitos e lendas, fazem parte do nosso conhecimento assim como faz o conhecimento empirico que nos é transmitido pelos nossos avós. Influenciam as vivências mas também são criadas por elas. Todos os dias há vivências que serão mitos e lendas para as gerações vindouras.Bom resto de semana Beijos

  21. ♫ Дlмα diz:

    Que bonito Angelina…parece uma historia de encantar… que nos embala…Parabéns e benvida!Mitos e lendas… são bonitas historias.Bom fim de semana a todosUm beijinhos á AngelinaAlma

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s