Arquivo de Maio, 2008

 

 

Sortilégio

 

Um sorriso dos teus, um doce olhar,

Brotando de teu rosto de candura;

De teus lábios um meigo ciciar,

Minha alma avidamente em ti procura.

 

E fico extasiado a contemplar

A tua imagem, cheio de ternura,

Num místico desejo de alcançar

A tua essência, ainda casta e pura.

 

Naquele encantamento sinto então

Ter encontrado em ti o coração

Que outrora em vão busquei por toda a parte.

 

Só que és aurora, e eu estou no entardecer!

Como mulher, já te não posso ter,

Mas Anjo como és, quero adorar-te.

 

 

Robison Crosue

 

http://robinsoncrosue.spaces.live.com/

 

Foto: Negateven/Olhares.com

 

 

O tema proposto pelo Poeta da Semana, para que seja reflectido nos nossos comentários é:

 

Renuncia ao Amor

 

 

 
 
 

"Lágrimas"

 

Não são visiveis minhas lágrimas

São lágrimas da Alma sofrida

Não são visiveis minhas mágoas

É visivél minha passagem pela vida.

 

Deixou-me meu amor em silêncio

Levando todos os meus instantes

No ar nosso sonho suspenso

Em meu corpo saudades constantes.

 

Lágrimas, lágrimas choro por ti

Dia noite já sem esperança

Contigo foi tudo o que fui

Vivo da tua doce lembrança.

 

Chora minha alma fico triste

Percorro ruas de silêncio sem fim

Nos rios que em meu peito existe

São lágrimas de amor choradas por ti.

 

A alegria da minha vida contigo partiu

As lágrimas esmureceram o meu olhar

O sol que nos aqueceu nunca mais subiu

A janela não se abre não deixa o sol entrar.

 

Tantos anos já passaram sozinha sem ti

Os  montes e vales lembram de nós dois

As praias os mares nossos caminhos enfim

Nosso amor irradiado com o calor de mil sois.

 

Lágrimas choro por ti nesta vida terrena

Sonho parado em lágrima sofrida

E em meu leito de flores a açucena

A flor que por ti sempre foi escolhida.

 

 

Angelina

 

http://feizyvinte.spaces.live.com/

 

 

Foto: Eliara

Tema proposto pelo Poeta da Semana:

"SAUDADE"

 

 

Nos bosques da poesia

 

 

Nas cinzas do ontem,

 

Nas miragens do amanhã,

 

Nas encostas do presente,

 

Há um sítio,

 

Que a cada momento,

 

Os homens levantam os olhos

 

E oferecem a quem passa,

 

A alma e a vida…

 

Poetas,

 

Homens que gritam na eternidade

 

Pelo acordo espontâneo

 

Entre o amor e a poesia…

 

Poetas,

 

Libertem-me das ruínas desta vida,

 

Façam-me poeta também!

 

Deixem-me lambuzar

 

Na panela da poesia,

 

Que a doçura dos vossos versos,

 

Torna mais ligeira a minha dor…

 

Só um poeta pode entender

 

Os antigos segredos há muito escritos

 

Na barquinha  das  promessas…

 

Se a oração de um poeta

 

É poderosa, sobre aquele

 

Que de deus se fez homem,

 

O mais admirável dos poetas,

 

O firmamento estremeceria de loucura,

 

Se de todos os lábios desses homens,

 

Partisse para o céu,

 

no mesmo instante,

 

um Hino de Louvor

 

à Poesia…

 

Deixem-me ser poeta,

 

para, num só momento,

 

assistir ao início da Nova Era,

 

À Idade dos Homens de Corações

 

Com Novos Rostos…

 

 

 

Kastru

 

http://kastrujckastru.spaces.live.com/

 

 

 

Foto: Raphael/Olhares.com

 

 

 

O tema proposto pelo Poeta da Semana a ser reflectido nos comentários dos nossos visitantes é:

 

Fortuna e Pobreza

 

 

 
 
 

O mais belo era, entre os mais belos rostos

Como linda também era a sua alma

Por vezes encobrindo algum desgosto

O teu sorriso aninhava-me e dava-me paz e calma!

Acariciar-te a toda a hora era o meu gosto

E esta minha saudade…

 …só se acalma…

Na certeza que Deus te haverá posto

Pelo muito que sofreste, a justa palma!

Eu quisera espalhar ao mundo inteiro

Que na vida, heroísmo verdadeiro,

Tiveste-o tu!

E não há palavras com que eu remate

Nem um espelho límpido que retrate

Aquela que tu foste, minha MÃE!

 

Amo-te!!!

Para todo o sempre….

MÃE!

Saudades….

 

**Anna**

 

http://pandorapt32.spaces.live.com/

 

Foto: Geisa Gruvinel – Olhares.com

 

O Tema apresentado pelo Poeta da Semana a ser debatido

pelos nossos visitantes:

"Liberdade de Expressão"